22.4.14


JOSUÉ DE CASTRO, homem-caranguejo


O médico, geógrafo e sociólogo pernambucano Josué de Castro foi pioneiro no combate à fome no Brasil e no mundo. Apresentou proposta de ações de incentivo à agricultura familiar e à criação dos restaurantes populares; foi presidente do Fundo para a Agricultura e Alimentação da ONU e indicado duas vezes ao Prêmio Nobel da Paz.

Seu nome chegou a ser cogitado para Ministério da Agricultura no governo do João Goulart, o que só prova o quanto o Jango era um cara a fim de fazer as coisas certas - no momento errado. Onze dias após o golpe militar, o nome de Josué estava na primeira lista de cassações da ditadura. Tachado de 'notório comunista', seus livros foram proibidos nas universidades, seu nome censurado e proibido na imprensa por décadas.
"A fome é, conforme tantas vezes tenho afirmado, a expressão biológica de males sociológicos."

"Nenhum fator é mais negativo para a situação de abastecimento alimentar do país do que a sua estrutura agrária feudal, com um regime inadequado de propriedade, com relações de trabalho socialmente superadas e com a não utilização da riqueza potencial dos solos. Apresenta-se deste modo a Reforma Agrária como uma necessidade histórica nesta hora de transformação social que atravessamos como um imperativo nacional."

"A paz depende mais do que nunca do equilíbrio econômica do mundo. (...) Os ingredientes das guerras são o ouro e as bombas atômicas. O ouro acumulado às custas do sofrimento e  miséria de dois terços da humanidade. E as bombas, produzidas pela aplicação pervertida da ciência a serviço da destruição e da morte. Os ingredientes da paz são: o pão e o amor."


Josué de Castro, Cidadão do Mundo, de Silvio Tendler, 1994

(*) Galeria de esquizoídolos

21.4.14


MILTON SANTOS, a natureza do espaço

"Hoje, com uma pequena aparelhagem informática, eletrônica, com meios limitados, também se faz opinião; também se produzem coisas centrais na reelaboração da História." - Milton Santos, no excelente documentário Encontro com Milton Santos: O mundo global visto do lado de cá, lançado em 2006, filmado em 2001 - Pré-Era Lula, portanto.
Mídia independente, safári urbano, rolezinho de sem-teto no shopping, manifestações, gentrificação, falta de água, cultura colonizadora, globalitarismo. Está tudo aí:



"O Estado é algo cada vez mais indispensável, porque as fontes geradoras de diferença, desigualdade são muito mais fortes do que no passado, Então, para desmanchar essas diferenças, reduzir essas desigualdades, é necessário um Estado que intervenha; um estado socializante, por conseguinte."

Gosto muito desse cara.

(*) Galeria de esquizoídolos

An innocent man in a living hell



That's the story of the Hurricane
But it won't be over till they clear his name
And give him back the time he's done
Put in a prison cell, but one time he could-a been
The champion of the world

R.I.P. Rubin Carter

Fucking Tourist



Fora, haoles.

http://jolipunk.over-blog.com

20.4.14



Feliz páscoa, galere

19.4.14

Não leva jeito pro sarcasmo?
Vamos a-do-rar te ajudar com isso.
http://ow.ly/2CKDJ

Reconhecer ironia, até você vai conseguir:
http://ow.ly/2CKBZ

#sarcasmsociety

17.4.14



Vaya con Dios, Gabriel García Márquez :'-|

(Aqui: http://bit.ly/1netabO - ilustrações de Carybé para Cem Anos de Solidão, via Rodrigo Terra Vargas)

4.4.14

DDA e outras bossas



Psicopatologias ilustradas por Boris Artzybasheff.