20.2.03

LÊ LÁ

"Qual é a cota pra bonitos ou feios? Quem os classifica?
Qual é a cota para imbecis como você? Quem os classifica?
Qual é a cota para mulheres? Quem as classifica?
Nada disse existe, idiota. Não existe futuro decidido no nascimento. Não existe sangue azul. Nada pode ser decidido a não ser pelo maldito livre-arbítrio, besta sem coração! Você é uma besta porque quer ser!
Ninguém é preto! Ninguém é branco!
Ninguém é filho de Moisés ou de Maomé!
Ninguém é nada, porra! Somos todos filhos duma puta que é estuprada todos os dias chamada natureza."

Essa maravilha é apenas um trecho do oportuníssimo texto do Marcelo Benvenutti, publicado na
FRAUDE. Se joga!